segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Política, voto... Protesto ou ignorância?

A democracia de nosso país não passa de uma ditadura mascarada. Mas o que nos faz pensar que temos direito à democracia?

Passado o primeiro dilúvio de informações em virtude das eleições de 2010, volto a escrever. Permaneci distante para não deixar o lado emocional aflorar e acabar contagiado pela grande quantidade de informação divulgada nos últimos dias e, consequentemente tomado pela revolta, passar a escrever somente sobre política neste espaço.

O segundo turno para as eleições presidenciais vem aí e, contrariando os institutos de pesquisa, o candidato do PSDB, José Serra não está tão distante da, até então favorita, candidata do PT, Dilma Rousseff. Logo mais teremos mais centenas de ataques diretos de um contra o outro, porém dessa vez abastecidos pelos outros concorrentes que não chegaram a essa etapa.

Mas o que eu realmente gostaria de transmitir nesse espaço é a minha revolta com a estupidez do eleitorado brasileiro, que já elegeu tantos representantes sem a menor capacidade de representá-los e continua fazendo isso eleição pós eleição. Não critico somente os palhaços assumidos, que apelam por estratégias duvidosas e acabam ganhando votos por algum motivo que eu sinceramente não consigo entender, me refiro também aos principais personagens, que em suas campanhas não apresentaram propostas inovadoras e sim ataques aos rivais.

Entretanto, os culpados disso tudo somos nós, os eleitores, alguns com alguma consciência política e outros com a ignorância estampada no RG. Aos do segundo tipo, fica registrada a minha INDIGNAÇÃO para aqueles que disseram frases do tipo: "- Já que a eleição está definida, vou votar em quem está na frente, assim acaba a palhaçada logo". Aos do primeiro tipo digo que ainda vale a pena tentar melhorar alguma coisa, pois a mudança só depende de nós.


Outro ponto que vale citar, mas sem delongas é o eleitor que acha que política é brincadeira. O cidadão que pensa dessa forma, provavelmente não quer que esse cenário continue assim. Portanto para acabar com a brincadeira, é necessário que isso seja levado com seriedade.

Pior do que jogar um voto no lixo, é dar o voto para quem não merece. Fica a sugestão para aquele que não faz idéia em quem votar. ANULE O SEU VOTO! Assim o circo ficará com menos palhaços e um dia este circo terá fim, para que talvez façamos nossa democracia valer a pena.


Um comentário:

  1. A democracia deve ser a cereja do bolo para um povo que evoluiu linearmente com o tempo.
    Não é o caso do Brasil.
    Se a educação, saúde, emprego, lazer são inexistentes na vida da gigantesca maioria da população, por que esperar que o resultado de uma eleição seja condizente com o, digamos, aceitável?

    Aqui, devido a um movimento realizado em maior parte pela Rede Globo, conquistamos o direto de escolher nossos governantes. Mas não se prepara ninguém para votar! Deveria ser matéria de ensino fundamental o estudo da política. Deveria ser enraizado no jovem cidadão brasileiro o amor pela pátria, a vontade de fazer parte de um País sério e respeitado. Mas não é o que acontece!
    O que acontece é isso aí que estamos vendo. Um bando de adolescentes twiteiros e orkuteiros que se mobilizam para eleger um palhaço.

    Alguém consegue entender o que se passa na cabeça dos adolescentes de hoje? Por que Restart? Por que NXZero? Por que essas merda toda de coloridos e afins? Faz sentido ser essa a realidade de hoje? Homens cada vez mais afeminados, povo cada vez mais alienado, preso e isolado em meio a tanta tecnologia?

    Nosso mundo necessita de ídolos, de pessoas relevantes. É complicado do jeito que está.
    E o pior... contrariando o slogan do Deputado Federal mais votado no país, na minha humilde opinião, pior que está fica sim, e muito.

    ResponderExcluir